Production
https://www.prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65132003000200010
Production
Article

Demonstração dos fluxos de caixa: uma contribuição para a evidenciação contábil

Statement of cash flows: a contribution to accounting disclosure

Amaral, Hudson Fernandes; Santiago, Wagner de Paulo

Downloads: 0
Views: 115

Resumo

Existe uma tendência mundial visando a padronização de procedimentos contábeis, no intuito de possibilitar uma maior interação das empresas, dos investidores e do mercado de capitais em função do fenômeno da globalização. Para tanto, serão necessárias as harmonizações das normas contábeis, bem como o estudo de quais Demonstrativos são realmente importantes para o processo de evidenciação. Uma dessas tendências é a substituição da demonstração das origens e aplicações de recursos (DOAR) pela demonstração dos fluxos de caixa (DFC). Essa substituição, via de regra, deve-se à dificuldade que usuários menos afeitos à Contabilidade têm em entender aquela demonstração. No Brasil, já existe um anteprojeto de lei tramitando no Congresso Nacional, que propõe a substituição da DOAR pela DFC, a partir da reformulação da Lei n. 6.404/76 – Lei das Sociedades Anônimas. Dessa maneira, procura-se com este estudo verificar as contribuições que a elaboração e divulgação da DFC pode trazer para a evidenciação contábil.

Palavras-chave

Contabilidade, fluxos de caixa, evidenciação

Abstract

There is a worldwide tendency aiming to standardise accounting procedures in order to make bigger companies, investors and capital market interaction possible in the entire world according to the globalisation phenomenon. For that, the harmonisation of Accounting Standards, as well as the study of which Statements are really important for the process of disclosure will be necessary. One of these tendencies is the substitution of the Statement of Changes in Financial Position by the Statement of Cash Flows. This substitution, as a rule, is due to the difficulty that some groups of users have to understand that statement. In Brazil, there's already a pre-project of law in course at the National Congress, which proposes the substitution of Statement of Changes in Financial Position by Statement of Cash Flows from the revision of the law n. 6 404/74 – the Incorporated Company Law. In this way, this study aims to verify the contributions that the elaboration and spreading of the Statement of Cash Flows may bring to accounting disclosure.

Keywords

Accountancy, cash flows, disclosure

References



BARBIERI, G. Fluxo de caixa: modelo para bancos múltiplos. São Paulo: USP/FEA, 1995. 262 p. (Tese, Doutorado em Contabilidade).

BOLSA DE VALORES MINAS – ESPÍRITO SANTO – BRASÍLIA. Relatório Anual, 1999.

BRAGA, R, MARQUES, J. A. V. C. Fundamentos conceituais da demonstração dos fluxos de caixa: significado, vantagem e limitações. Algumas evidências. Caderno de Estudos - FIPECAFI. São Paulo: USP, v. 8, n. 14, p. 30-43, jul./dez. 1996.

BRASIL, Lei n. 6.404, de 15 dez. 1976. Dispõe sobre as sociedades por ações. Diário Oficial da União, Brasília, 17 dez. 1976, p. 1.

CAMPOS FILHO, A. Demonstração dos fluxos de caixa: uma ferramenta indispensável para administrar sua empresa. São Paulo: Atlas, 1999.

COMISSÃO NACIONAL DE BOLSAS DE VALORES. Relatório Anual. 1999.

CVM – Comissão de Valores Mobiliários. Anteprojeto de Reformulação da Lei n. 6.404, de 15.12.76. Rio de Janeiro, CVM.

FASB – Financial Accounting Standards Board – Statement of Cash Flows, Boletim n. 95, 1987.

HEATH, L. C. Is working capital really working? Journal of Accountancy. v. 150, n. 2, Aug., 1980.

HENDRIKSEN, E., VAN BREDA, M. F. Teoria da contabilidade. São Paulo: Atlas, 1999.

IASC – International Accounting Standards Committee, Cash Flow Statements, IAS7, Revisado 1992.

IUDICIBUS, et al. Manual de contabilidade das sociedades por ações: aplicável também às demais sociedades. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1990.

LUSTOSA, P. R. B. DOAR : uma morte anunciada. Caderno de Estudos – FIPECAFI. São Paulo: USP, v. 9, n. 16, p.26-38, jul./dez. 1997.

MADEIRA, G. J. Evidenciação. Contabilidade Vista e Revista, Belo Horizonte, v. 6, n. 1, p.13-21, dez. 1995.

MARTINS, E. Contabilidade vs. Fluxo de caixa. Caderno de Estudos – FIPECAFI. São Paulo: USP, v. 11, n. 2, p. 9-17, jan./abr. 1990.

OLIVEIRA, A. M. Informações: a busca da evidenciação ideal. Caderno de Estudos - FIPECAFI. São Paulo: USP, v. 10, n. 19, p.16-22, set./dez. 1998.

PADOVEZE, C. L. Contabilidade gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil. São Paulo: Atlas, 1996

SANTANA, A. C., AQUINO, W. D. Evidenciação. Caderno de Estudos – FIPECAFI. São Paulo: USP, v. 2, n. 5, p. 1-58, jun. 1992.

TELES, E. L. A demonstração do Fluxo de caixa como forma de enriquecimento das demonstrações contábeis exigidas por lei. Revista Brasileira de Contabilidade. Brasília: CFC. n. 105, p. 64-71, jul. 1997.

THEÓPHILO, C. R. Demonstração de origens e aplicações de recursos e demonstração do fluxo de caixa. Contabilidade Vista e Revista. Belo Horizonte. v. 9, n. 2, p. 41-6, jun. 1998.

ZDANOWICZ, J. E. Fluxo de caixa: uma decisão de planejamento e controle financeiro. 3. ed. Rio Grande do Sul: D. C. Luzzato, 1986.



5883a4107f8c9da00c8b477a 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections