Production
https://www.prod.org.br/article/doi/10.1590/S0103-65131995000100002
Production
Article

Proposta de uma sistemática de implantação de troca rápida de ferramentas para indústrias de forma no Brasil

Proposta de uma sistemática de implantação de troca rápida de ferramentas para indústrias de forma no Brasil

Kannenberg, Gustavo; Antunes Junior, José Antonio V.

Downloads: 0
Views: 127

Resumo

Existem, atualmente, diversas metodologias de implantação da Troca Rápida de Ferramentas. Entretanto, a sua maioria dedica-se aos aspectos técnicos do processo de otimização da troca de ferramentas. Existe pouca preocupação em desenvolver um ambiente propicio à implantação, praticamente negligenciando aspectos gerenciais e administrativos que permitem um planejamento, a curto, médio e longo prazos, de uma implantação global (em Ioda empresa) da Troca Rápida de Ferramentas. Apresenta-se neste trabalho uma sistemática de Implantação de Troca Rápida de Ferramentas que visa suprir estas deficiências. A partir de uma combinação conveniente de elementos coincidentes e complementares de diversas metodologias de implantação encontradas na literatura, propõe-se uma sistemática que desenvolva um ambiente Favorável á implantação e que permita um planejamento lógico e sistemático do processo de implantação global da Troca Rápida de Ferramentas.

Palavras-chave

troca rápida de ferramenta, produção industrial, flexibilidade

Abstract

There are some well known methodologies for Rapid Exchange of Tools. However, mosl of them emphasize technical aspects of optimizing the exchange of tools. Not much attention has been paid to the development of an apropriate environment to the implementation of these methodologies, concerning managerial aspects for short, medium and long term planning. This paper presents a methodology that pretends to deal with these constraint. Based on a mix of coincident and complementary elements from different methodologies, a systematic approach for developing a favorable environments to the implementation of Rapid Exchange of Tools is proposed. This approach allows a systematic and logical planningfor the global implemantation process of Rapid Exchange of Tools.

Keywords

rapid exchange tooling, industrial production, flexibility

References



ANTUNES, J. A.V.; RODRIGUES, L. H. A teoria das restrições como balizadora das ações visando a troca rápida de ferramentas. Produção, v.3, n.2, p.73-85, 1993.

GOLDRATT, E. M.; FOX, R. A corrida pela vantagem competitiva. São Paulo: Educator, IMAM, 1992. 177p.

HALL, R. W. Zero inventories. Homewood. Dow Jones-Irwin. 1983. 329p. Cap.5. p.83-118.

HAY, E. J. Just-in-Time. São Paulo: Maltese-Norma, 1992. 233p.

HAYES, R. H. Porque as fábricas japonesas funcionam. Harvard-Exame, Novos Caminhos, Serie Temática Planejamento Estratégico, p.88-96, 1990.

FLEURY, A.; HUMPHREY, J. Recursos humanos e a difusão e adaptação de novos métodos para a qualidade no Brasil. IPEA, 1992.

SHINGO, S. A revolution in manufacturing: the SMED system. Cambridge: Productivity Press, 1985. 367p.

STALK, G. Time - the next source of competitive advantage. Harvard Business Rewiew, p.41-51, Jul-Aug 1988.
5883a4267f8c9da00c8b47e4 1574685864 Articles
Links & Downloads

Production

Share this page
Page Sections